Gone #1 – Michael Grant (Resenha)

Não há como pedir ajuda. A fome é intimidante e a violência começa.

Clique aqui para ler agora a sinopse de Gone #1

Gone

Gone é o primeiro livro da série O Mundo Termina Aqui do autor Michael Grant e diferente de muitos outros livros que lemos por aí, nessa obra o desenrolar da história começa muito rápido, não existe aquelas primeiras páginas de enrolação ou embromação.

Em um dia comum, sem nada grandioso anunciados, todos os moradores da pequena cidade  a partir de 15 anos simplesmente desaparecem…. assim…. do nada!!! Só restam crianças e pré-adolescentes numa cidade praticamente vazia. Mas o mistério não para por aí, logo se percebe que existe uma espécie de domo invisível e intransponível ao redor da cidade que os isola completamente do mundo exterior, anulando assim qualquer chance de transição.

Inicialmente as crianças levam “na esportiva” achando que será questão de tempo até os adultos voltarem, porém com o passar do tempo as coisas se tornam realmente sérias, existem incêndios, bebês esquecidos nas casas, fome, acidentes por toda parte e quem poderia ajuda-los, visto que não existe qualquer meio de comunicação com o resto do mundo???

Enquanto uma turma de valentões resolve estabelecer seu império através de muito medo e violência (o que nos leva a questionar como realmente seria se algo parecido acontecesse, até que ponto as “crianças” e “adolescentes” manteriam a humanidade e respeito ao próximo sem nenhum adulto para dizer-lhes o que fazer e principalmente o que NÃO fazer), somos apresentados a Sam Temple, um garoto aparentemente comum, mas que esconde um segredo nada normal desde antes do inicio do fenômeno que os isolou, e que logo se torna um herói aclamado por todos. Sam, no entanto não quer a responsabilidade de ser um líder e está tão perdido quanto todos os outros, Astrid que é o gênio da escola e garota pela qual Sam nutre um amor platônico e Quinn, melhor amigo de Sam e garoto que eu quis matar não só uma, nem duas vezes durante o livro rsrsrs

Tudo é muito incomum nesse livro, o cenário que o autor montou nos soa completamente realista, em momento algum ele tenta colocar panos quentes ou ameniza o que seria realidade em uma situação como essa.

No momento em que estamos acostumados com os problemas que os personagens vem enfrentando, nos é apresentado o vilão dos vilões: Caine Soren. Ele e toda sua turminha de psicopatas vêm de uma escola para garotos ricos e problemáticos (ok, a gente já sabe o que esperar deles) e causam o maior caos na cidadezinha. Não há outra palavra para descrever Caine que não seja: DELINQUENTE!!!  Por trás de uma fachada de líder organizado e compreensivo está um garoto que não mede as consequências e não vê limites entre o certo e o errado, o aceitável e o condenável.

Além do domo invisível e o desaparecimento dos adultos já citados acima e uma guerra interna por poder, (o que já era mais que suficiente para instaurar o caos), alguns dos personagens se veem com habilidades nada comuns, como teletranspote, superforça e até mesmo o poder de lançar chamas das mãos, e em meio a toda essa confusão ainda têm que lidar com a mutação genética de animais que se tornam cada vez mais ferozes e habilidosos (What???????).

Tudo isso pode parecer meio confuso e exagerado, mas eu garanto que o livro vale muito a pena ser lido. Ficamos durante todo o tempo surpresos com as reações e atitudes dos personagens, e apreensivos com como eles lidarão com toda essa situação. Conseguirão sobreviver sem os adultos? E quando os alimentos acabarem? Como crianças enfrentarão uma guerra, superpoderes e animais mutantes do dia para a noite?

Eu também não sei a resposta e por isso estou super ansiosa para ler a continuação dessa inusitada série.

Título: Gone

Título Original: Gone

Autor: Michael Grant

Editora: Galera Record

Páginas: 518

Ano de Publicação: 2010

Gênero: Aventura /YA – Jovem Adulto

Avaliação: 5 ESTRELAS

Kiss Kiss

Anúncios

2 comentários sobre “Gone #1 – Michael Grant (Resenha)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s