SERIAL KILLERS LOUCO OU CRUEL – ILANA CASOY (RESENHA)

“Nós, serial killers, somos seus filhos, seus maridos, estamos em toda parte. E haverá mais de suas crianças mortas amanhã. Vocês sentirão o último suspiro deixando seus corpos. Vocês estarão olhando dentro de seus olhos. Uma pessoa nessa situação é Deus!… P.97”

Ted Bundy

IMG-20160828-WA0005

“Descreveu com detalhes seus sangrentos crimes e seu comportamento psicótico, causando diversos desmaios na plateia. Durante todo o tempo, foi mantido em uma jaula de metal para sua própria proteção. P.145”

Assim como em Made In Brasil, (não deixe de ler a resenha), em Louco ou Cruel, Ilana Casoy nos trouxe uma avalanche de informações técnicas. Neste livro, podemos conhecer a parte teórica das investigações policiais, como são conduzidas e como os agentes especiais perfilam um suspeito. Então, se você é fã da série de TV  Criminal Minds e também se encanta com a forma com a qual eles desvendam a personalidade sombria e perturbada de um assassino em série, saiba que isso tudo é mais real do que você imagina!

“Por sua natureza psicopata, serial killers não sabem sentir compaixão por outras pessoas ou como se relacionar com elas. P.33”

Neste segundo livro do box, a qual temos que dar um crédito especial à DarkSide pelo capricho, somos apresentados a casos reais, mas nenhum que tenha se passado aqui no Brasil, isso ficou para o Made In Brasil. Devo confessar inclusive, que achei os casos bem mais pesados do que os relatados no livro anterior (com exceção do caso do Vampiro de Niterói que foi realmente pesado).

Por mais que o livro conte com dezesseis casos super intrigantes, como Ed Gein que foi a inspiração para o personagem Norman Bates, Edward Fish, que literalmente devorava criancinhas e Ted Bundy o assassino bonitão que abusou de sua beleza e inteligência para cometer os assassinatos que o imortalizaram, acho que a narrativa não foi tão arrebatadora quanto no primeiro livro.

“Ela era jovem e bela, mas agora está espancada e morta. Ela não foi a primeira e não será a ultima. Eu passo minhas noites acordado pensando sobre minha próxima vítima. – O Zodíaco. P.303”

Aqui, não há entrevistas com os assassinos, até por que quase todos já cumpriram a pena de morte, então, o livro é apenas o relato dos homicídios, como os corpos foram encontrados e como os assassinos foram pegos. Quase não encontramos imagens reais e também não há relatos dos envolvidos nas investigações, como os agentes do FBI ou familiares.

Entendo que pelo fato de os crimes terem acontecido em outros países e há muito tempo, pode ter existido uma grande dificuldade em contatá-los, ou sei lá o que, porém devo dizer que isso fez muita falta e toda diferença, de modo que se compararmos Made In Brasil e Louco ou Cruel minha preferência será pelo primeiro, por mais que o segundo tenha casos mais complexos e bárbaros.

IMG-20160828-WA0002

⊕⊕⊕

Título: Serial Killers – Louco Ou Cruel

Título Original: Louco Ou Cruel

Autor: Ilana Casoy

Editora: DarkSide

Páginas: 352

Ano de Publicação: 2014

Gênero: Investigação Policial / Reportagem Investigativa / Jornalismo

Avaliação: 1 ESTRELA1 ESTRELA1 ESTRELA1 ESTRELA

Anúncios

Um comentário sobre “SERIAL KILLERS LOUCO OU CRUEL – ILANA CASOY (RESENHA)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s